mar 13, 2013 / by cedaps_jc2013 / Comments are off for this post

‘Mostra Jovens Construtores’ aconteceu no último dia 07 de março e reuniu diversos
parceiros do projeto, entre eles YouthBuild Internacional, Oi Futuro , ONG Rio Inclui e
Seconci

O Complexo do Alemão foi palco de uma emocionante demonstração de perseverançae dedicação na última quinta-feira, dia 07 de março. Moradores da comunidade se encontraram com parceiros do projeto ‘Jovens Construtores’ para apresentarem os resultados do curso que concluíram no final do ano passado. Estiveram presentes representantes da YouthBuild International, Emop, Oi Futuro, Seconci-RJ e Casa Civil do Governo do Estado. A programação serviu como compartilhamento dos resultados do projeto no desenvolvimento dos jovens e da comunidade.

A ‘Mostra Jovens Construtores no Complexo do Alemão’ teve início com um passeio pelo teleférico da região. Após o desembarque, na estação das Palmeiras, os visitantes puderam conhecer a comunidade, até a chegada à casa de Alexandre Corrêa, monitor do projeto. Ele pôde apresentar as melhorias feitas em sua cozinha a partir do que os jovens aprenderam no curso. Depois a casa visitada foi a de Leonardo de Jesus, que mostrou aos parceiros as obras que vem fazendo na pavimentação externa da casa e o levantamento de um muro.

Ainda durante o evento foi inaugurada a casa acessível construída pela ONG Rio Inclui e que contou com apoio dos Jovens Construtores. A nova casa abrigará uma criança com deficiência e sua família. Gabriela Tainara é irmã dessa criança, tem 18 anos, é uma jovem construtora, integrou o projeto e participou de todo o processo de reforma da casa. Ela definiu o momento como “a maior felicidade que já teve em sua vida”. Representando a ONG Rio Inclui, Isabel Gimenes falou sobre a importância das parcerias para a realização de projetos como esse: “só aqui no Alemão nós temos 30 mil pessoas com alguma deficiência. A gente precisou estabelecer uma relação muito próxima com as parcerias para poder seguir em frente com o nosso objetivo, porque é muito difícil chegar até essas pessoas. É nesse momento que entram os parceiros facilitando esse encontro”, relatou Isabel.

Após o circuito e a inauguração, foi realizada uma roda de conversa com os jovens no EDUCAP – local que sedia o curso, e também foi lançado o ‘Núcleo Jovens Construtores do Alemão’. Os parceiros, apoiadores e alunos puderam conversar e falar sobre os resultados e o que esperam para o futuro.

Wellington Alves, que participou do projeto, deu um importante relato sobre as mudanças em sua vida: “eu nunca imaginei que pudesse viver tudo isso que estou vivendo agora. Hoje eu tenho um sonho, um objetivo: quero seguir uma carreira na construção civil e espero que ela seja brilhante”.

Nessa hora ele ainda não sabia que Joanna Vignoli, analista de educação do Seconci- RJ traria uma notícia que mudaria a vida desses jovens: ela estava ali para oferecer 20 vagas de empregos para o novos trabalhadores da construção civil. Além do trabalho, que será realizado três vezes por semana, eles ainda poderão, nos outros dois dias, frequentar as aulas de carpintaria oferecidas pelo Senai. “É impressionante ver o amadurecimento profissional e pessoal desses jovens. Eles crescem como seres humanos e percebem seus espaços como cidadãos de direitos. Temos muito orgulho de fazer parte disso e queremos retribuir tudo isso trazendo essas vagas para vocês”, disse Joanna.

Parceiros falam sobre o projeto

A diretora de operações internacionais da YouthBuild, Laurie Bennett, ficou muito satisfeita com o resultado do projeto e conversou com os jovens: “espero que esse programa tenha sido uma experiência excepcional para cada um de vocês. Agora, isso deve ser retribuído na comunidade. Vocês têm que construir uma vida digna, não só para vocês mesmos, mas para suas família e suas comunidades. Hoje estamos infinitamente orgulhosos de vocês”, disse Laurie.

Ela ainda aproveitou para homenagear as mulheres pelo seu dia: “aqui no Alemão vocês têm uma grande mulher, uma das maiores que eu já conheci, que apoia essas causas e está ao lado de vocês sempre”, disse referindo-se à Lúcia Cabral, diretora do EDUCAP.

Para Bruno Diehl, diretor do Oi Futuro Sustentabilidade, o projeto traz dois benefícios para a vida do jovem: a geração de renda e a inclusão social. “A transformação na vida desses adolescentes é incrível. Esse projeto também trabalha com a autoestima deles, reformula seus sonhos, além de promover a capacitação deles e a sua entrada no mercado de trabalho”.

A superintendente do trabalho técnico social da Casa Civil do Governo do Estado, Maria Gabriela Bessa, falou sobre a importância das parcerias firmadas para o desenvolvimento do projeto ‘Jovens Construtores’ na comunidade: “ver parceiros reunidos nessa sala me deixa muito feliz. Agradeço e parabenizo o CEDAPS por conseguir reunir tanta gente. A partir desses resultados, eu digo que temos todo o interesse em continuar multiplicando forças no Alemão”.

O projeto

Realizado no Complexo do Alemão, na sede do EDUCAP, o projeto Jovens Construtores tem como objetivo desenvolver capacidades profissionais em jovens com foco na área da construção civil. Este desenvolvimento pessoal é acompanhamento do desenvolvimento de suas comunidades a partir da construção de ativos comunitários que melhorem a qualidade de vida dos jovens, de suas famílias e da comunidade como um todo.

A ação é promovida pelo CEDAPS e acontece em parceria com a YouthBuild International, programa americano que forma e insere jovens no mercado de trabalho, fornecendo treinamento e oportunidades de formação profissional e pessoal a eles. O método da YouthBuild International foi adaptado, no Rio de Janeiro, de acordo com a realidade do território. A segunda etapa do projeto, que começou em julho de 2012, contou com a participação de 26 jovens moradores do Complexo do Alemão.

A responsável pelo EDUCAP, Lucia Cabral, dá suporte e acompanha os Jovens Construtores. “Esse programa valoriza o jovem e o seu potencial. É importante para eles, para o EDUCAP e para a própria comunidade”. Segundo Lucia, esses projetos são excelentes iniciativas, principalmente para os jovens que estão em situações vulneráveis no território. Para ela, a falta de oportunidade era um fator negativo, e hoje é possível ver o resgate desses ativos comunitários. O EDUCAP soma várias iniciativas que levam o direito do cidadão, como promoção da saúde, educação, meio ambiente e outros. A ideia é fazer com que as pessoas se reconheçam como cidadãos através dos seus direitos e deveres.

Informações para a imprensa:
Target Assessoria de Comunicação
Márcia Vilella | Letícia Reitberger
(21) 8158 9692 | 8158 9715 | 2284 2475

Tags: